GISDay 2015 – A importância do GIS

GISDay 2015 – A importância do GIS

No dia 18/11/2015 o mundo todo celebra o GISDay, que é o dia em que os profissionais que trabalham com Sistemas de Informações Geográficas divulgam o poder desta tecnologia e como se pode resolver os diversos problemas do cotidiano utilizando a Geografia.

Já faz muito tempo que Geografia não é somente aquela aula na escola em que estudamos limites geopolíticos, meridianos, paralelos e trópicos. Esta ciência faz um amplo estudo da Terra e da interação do homem com este planeta, abrindo assim um enorme leque de análises para a sociedade e para os mais diversos segmentos de negócio. Estas análises são muito complexas devido à natureza dos agentes envolvidos (principalmente os fenômenos naturais e o comportamento humano), necessitando o uso de outras áreas do conhecimento (como Estatística e Ciências da Computação) para auxiliar na elaboração e interpretação dos estudos.

O Sistema de Informações Geográficas (ou Geographic Information System – GIS) é a junção de uma solução de hardware, software e pessoas que trabalham com foco para resolver problemas geográficos, ou seja, problemas que têm relação com a componente espacial e temporal dos dados.  Entende-se como componente espacial as informações de localização daquele dado, as suas coordenadas geralmente associadas ao planeta Terra.

Diversas áreas se beneficiam do uso de GIS, e muitas das vezes não percebemos como a componente espacial pode estar relacionada com os eventos que presenciamos no dia-a-dia.  Confira alguma das aplicações do GIS:

  • Planejamento Urbano – Realizar análises de onde ruas devem ser construídas, inclusão de novas áreas residenciais,  cobertura do esgotamento sanitário, etc;
  • Defesa Civil – Localização das áreas de risco através do estudo do relevo, simulação das consequências de enchentes baseadas também no relevo, etc;
  • Segurança Pública – Visualização temática (em mapas) da concentração de crimes, planejamento de atuação em locais com alto índice de criminalidade, etc.;
  • Marketing – Estudos da relação do consumidor com produtos e serviços oferecidos por uma empresa, como por exemplo verificar qual a melhor área de cobertura de um determinado serviço;
  • Estudos ambientais – Uso do solo, acompanhamento de desmatamento através de imagens aéreas, simulação da atividade humana no meio ambiente, estudo do deslocamento de animais inclusive em situações de emergência, etc.
  • Recursos Humanos – Mapeamento de trabalhos em campo, estudo de dimensionamento de equipe para atender uma demanda em uma abrangência geográfica;
  • Meteorologia – Comportamentos climáticos, projeção do deslocamento de massas de ar, estudo temporal de variação da temperatura;
  • Logística – Encontrar melhores rotas para entrega de um produto (custo x distância), melhor localização de um novo empreendimento em relação aos seus fornecedores e seus clientes;
  • Engenharia – Qual o impacto da construção de empreendimentos na sociedade, indenização de propriedade de terceiros, estudos de impacto ambiental;

Existem muitas outras áreas que se beneficiam da análise da componente espacial. E estas análises estão se tornando cada vez mais factíveis pelo surgimento de diversos recursos que está ao alcance de todos, como o GPS embutido nos smartphones e, ainda em menor escala, o uso de VANTs. Uma infinidade dados estão sendo gerados a cada instante (alguém também pensou em Big Data?).

Portanto, o uso do GIS traz diversos benefícios para a sociedade e para os processos de negócio de uma empresa. Usar a informação de localização pode ser o grande diferencial para se obter sucesso nas tomadas de decisão. Tem alguma dúvida ou mais curiosidade sobre o uso de GIS? Entre em contato e tenha um feliz #GISDay!

Deixe um comentário